Diabetes e impotência sexual

Diabetes e Impotência Sexual

Se infelizmente para você a diabetes e impotência sexual tornou-se uma realidade, saiba que há vários caminhos para a solução de seu caso. O primeiro passo é entender o problema e tomar coragem para tratar-se.

Diabetes e impotência sexual – O que é diabetes?

 

Diabetes e Impotência Sexual

A Diabetes é doença que se caracteriza pelo acúmulo de glicose no sangue. Este problema pode ocorrer:

  • Quando o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina.
  • Quando acontece a resistência à ação da insulina impedindo que esta realize sua função, que é quebrar as moléculas de glicose e promover seu transporte para as células.

Como consequência há concentração de glicose no sangue, que interfere no funcionamento de vários órgãos, inclusive degenerando artérias e veias.

A impotência Sexual nos Diabéticos.

A Diabetes é uma patologia que pode afetar os vasos sanguíneos, artérias e os nervos de sensibilidade da área genital, provocando a impotência sexual caracterizada pela disfunção erétil. Isto quer dizer que estando os vasos sanguíneos da área peniana danificados não há como acontecer a ereção para que se concretize o ato sexual.

A ereção ocorre devido ao aumento do fluxo sanguíneo na área peniana e isto fica seriamente comprometido quando as artérias e vasos não estão em bom funcionamento.

Este mal funcionamento é devido a uma associação de fatores provocados pela Diabetes. A patologia causa entupimento dos vasos dificultando o fluxo sanguíneo, além de também provocar a insensibilidade dos nervos que comandam a ereção.

O Que Fazer?

Talvez você pense que toda esta situação causada pela Diabetes, vá te tirar de campo, pondo fim à sua vida sexual. Não é? Talvez você esteja desanimado achando que nada pode ser feito. Pois, saiba que é exatamente neste ponto que você se engana.

Atualmente há diversas formas de conciliar este problema. Porém certas atitudes precisam ser tomadas de imediato. A primeira delas é recuperar a esperança e tomar coragem para agir no sentido de reverter este quadro.

Um outro ponto importante é a procura imediata de ajuda médica. Um profissional especializado vai te encaminhar corretamente para o melhor tratamento. Com certeza, a princípio será preciso recorrer a exames para verificação de seu nível de glicose atual.

Não há dúvida de que o primeiro passo irá requerer um equilíbrio de sua glicemia e controle da Diabetes, para só então, proceder ao tratamento da impotência sexual.

O Tratamento Da Impotência Sexual Nos Diabéticos

Atualmente a ciência, que tem como aliada a tecnologia, apresenta algumas formas terapêuticas bastante seguras para a impotência sexual masculina. Portanto, você, que sofre deste mal, já pode esquecer a tristeza e partir para o tratamento mais adequado a seu caso.

Veja alguns meios de resolver o problema da Impotência Sexual Masculina

  • Normalização da glicemia

– Muitas vezes o problema da impotência sexual masculina é ocasional e transitório, sendo provocado somente devido à alta da glicose. Neste caso com a restauração normoglicêmica a dificuldade é contornada.

  • Medicação

–  com o uso de substâncias vasodilatadoras. Neste caso o tratamento é realizado através de medicação indicada pelo médico.

– com uso de injeções diretas no pênis. Esta alternativa é utilizada caso a medicação oral não surta efeito.

  • Implante cirúrgico

Nos casos em que nem a medicação oral, nem a injetável funcionam, ainda resta a alternativa do implante de prótese peniano, que pode ser com:

  • Prótese semirrígida

A prótese semirrígida consiste na implantação de haste de silicone na cavidade cavernosa peniana.

  • Prótese Inflável

Diabetes e Impotência Sexual

Trata-se da introdução cirúrgica de uma espécie de balão na bolsa escrotal, que joga para o pênis um líquido que simula o fluxo de sangue, fazendo o pênis tornar-se ereto.

A cirurgia para implantação de prótese peniana somente é feita quando há impotência sexual masculina orgânica ou psicogênica que não cede diante de nenhum outro tratamento.

No caso da diabetes e impotência sexual é crucial o controle da glicemia, antes da cirurgia, para evitar infecção.  Mas fica frio, pois urologistas e endocrinologistas têm citado estas intervenções como sucesso na maior parte dos casos. Eles afirmam que tomando-se todos os cuidados, os riscos tornam-se pequenos e os resultados são os melhores.

Esta tecnologia já vem sendo aplicada há mais ou menos 25 anos. Estudos sobre os resultados apontam para um índice de 95% de segurança, eficiência e satisfação. Estes resultados se devem ao avanço da tecnologia e ao aperfeiçoamento das técnicas cirúrgicas.

Se você sofre de diabetes e impotência sexual ou disfunção erétil, é hora de se cuidar. Busque logo a ajuda necessária para vencer esta dificuldade.

Diabetes e Impotência Masculina, só vão ficar se você deixar. Se gostou das dicas que tal comentar?